Data da publicação: 24/04/2017 publicado por Valdeci Junior

PMF este número está refletindo bem em seu operacional

PMF este número está refletindo bem em seu operacional?


É comum que no dia a dia de qualquer empresa haja recebimentos atrasados, ou seja, clientes que deveriam pagar na data combinada, porém acabam atrasando este pagamento.

Não vamos entrar neste artigo no método de avaliação e limite de crédito que devemos dar a nossos clientes, comentaremos deste ponto em outra oportunidade, vamos comentar o quanto uma má administração e a falta de informações providas por um sistema de gestão empresarial fraco pode levar a maus resultados.

Comumente, o mundo ideal de todas seria que todas as vendas fossem quitadas a vista e assim a empresa não teria risco de inadimplência ou necessidade de disponibilização de fluxo de caixa. Mas, sabemos que isso não é nossa realidade!

Então, o que fazer? A resposta óbvia neste caso seria "Vamos parcelar a venda para nossos clientes!!!" Porém isso não é tão simples assim como possa parecer.

Toda vez que você aumenta a possibilidade de aumentar o número de parcelas para seu cliente você aumenta a chance do risco de inadimplência e além disso, aumenta também o valor que você precisará dispor prontamente para manter os pagamentos a seus Fornecedores em dia.

O prazo médio de faturamento indica quanto tempo em média a empresa dá a seus clientes para que receba produtos/serviços convertidos em valores em seu caixa. Para que tudo fique mais simples de ser entendido vamos ao exemplo:

Imagine que após realizar uma venda de um produto qualquer no valor de R$ 500,00 reais, a empresa receberá este valor em 2x sendo que nos primeiros 15 dias receberá a entrada no valor de R$ 150,00 e o valor restante de R$350,00 em 45 dias.

Neste caso em uma análise simples o PMF da empresa seria de 30 dias pois, 15 + 45 /2 = 30.

Porém dizer simplesmente que a cada 30 dias a empresa recebe 250,00 reais é errado, pois há um prazo e um valor maior para receber os R$350,00 restantes.

Por este motivo, precisaremos ponderar os prazos de pagamento juntamente com os seus valores então o cálculo correto ficaria como descrito a seguir:

Dias x valor = valor ponderado

15 * 150 = 2250

45 * 350 = 15750

Com os prazos ponderados por seus valores dividiremos então o valor ponderado total pelo valor original total.

18000 / 500 = 36 dias.

Então, no exemplo citado o PMF é de 36 dias. Isso quer dizer que a cada 36 dias a empresa deveria receber o valor de R$250,00 reais e não em 30 dias como analisado erroneamente antes.

O PMF é um indicador que demonstra como está indo o planejamento da empresa quanto a política de parcelamentos, porém deveria ser analisado juntamente com o PMR indica como está indo o realizado então seria bom gravar esta premissa: PMF - Planejamento política de parcelamentos e PMR - Realização das políticas de parcelamentos. Leia mais sobre o PMR aqui.

Lembre-se, com o PMF ou PMRV em mãos é fácil descobrir o VMFP ou VMRVP (valor médio de faturamento no período /Valor médio recebimento de vendas em um determinado período) e estes devem ser analisados juntamente com o PMP e o VMPP (valor médio de pagamento no período/ valor médio pagamento período).

Não se preocupe, também iremos falar destes tópicos em uma próxima oportunidade.
Até mais.

Valdeci Junior

Valdeci Junior

Sócio proprietário na Si14 Tecnologia