Déficit de Tesouraria PMP – PMR ou Ciclo operacional Tesouraria

É relativamente comum ver a situação de que a empresa está faturando até bem, porém está sempre precisando de mais fluxo de caixa para conseguir operar.

Outra situação que ocorre comum no gerenciamento da tesouraria, ainda mais em tempos difíceis como o que passamos entre 2014  2017 que também ocorre é o gestor ou empresário não entender como não consegue sair do vermelho por mais que venda e aumente o seu faturamento.

O motivo que pode estar causando situações como as citadas acima é a falta de análise dos indicadores PMR e PMP. Estes dois indicadores já foram citados anteriormente nestes artigos ( PMR ou PMRV prazo médio de recebimento) e ( PMP ou prazo médio de pagamento) e é recomendável que você os leia se ainda não sabe o que são estes indicadores para poder continuar este assunto.

Caso você já tenha noção do que é os assuntos PMR e PMP, vamos analisar a imagem abaixo:

Déficit de Tesouraria PMP - PMR 1

Este é o processo básico de toda empresa que vende produtos, sejam eles produzidos internamente ou não, serve também para empresas de serviços pois sempre há internet, impostos, aluguéis e a lista de pagamentos recorrentes de uma forma geral.

Com o desenho acima, fica muito mais fácil entender o problema não é mesmo?

Os pagamentos a fornecedores, em média, acontecem antes do recebimento das vendas e isso causa certa diferença em dias e consequentemente em valores. Esta situação força a empresa usar recursos para suprir esta deficiência de valores imposta pelo seu ciclo de alguma forma ainda que isto passe despercebido pelo gestor e é neste ponto que começa se a usar o caixa interno, empréstimos, resgatando aplicações ou até com financiamentos dos mais diversos tipos.

Este é o processo básico de toda empresa que vende produtos, sejam eles produzidos internamente ou não, serve também para empresas de serviços pois sempre há internet, impostos, aluguéis e a lista de pagamentos recorrentes de uma forma geral.

Com o desenho acima, fica muito mais fácil entender o problema não é mesmo?

Os pagamentos a fornecedores, em média, acontecem antes do recebimento das vendas e isso causa certa diferença em dias e consequentemente em valores. Esta situação força a empresa usar recursos para suprir esta deficiência de valores imposta pelo seu ciclo de alguma forma ainda que isto passe despercebido pelo gestor e é neste ponto que começa se a usar o caixa interno, empréstimos, resgatando aplicações ou até com financiamentos dos mais diversos tipos.Se isto acontecer com sua empresa eu torço para que seja de uma forma estratégica e pensada mais se isso estiver acontecendo por descuido talvez seja a hora de tomar algumas atitudes:

1- Negociar melhor com seus fornecedores pedindo mais prazo e menor preço

2- Possivelmente diminuindo o prazo de recebimento de seus clientes e se possível aumentar o valor de venda.

3- Repensar todos os custos recorrentes e pensar sobre o que gera mais lucro imediatamente.

Desta forma o déficit entre pagamento e recebimento em número de dias e valores cai e então o valor necessário para financiar a operação de sua empresa irá diminuir.

Abaixo vamos entender como essa mecânica realmente funciona supondo que o seu PMR e PMP estão sendo calculados com prazo anual iremos simular um déficit de tesouraria e verificar o impacto:

PMP: 42 Dias

PMR: 71 Dias

Valor médio ponderado pagamento diário: R$ 2385,00

Fórmula de cálculo

Déficit de tesouraria = (PMP – PMR) * VMPD

Déficit de tesouraria = (42 – 71) * R$ 2.385,00

Déficit de tesouraria =R$ 69.165,00

Perceba que dentro do ciclo de tesouraria calculado a empresa precisará ter R$69.165,00 para poder financiar a sua operação dentro de seu ciclo e se isto não acontecer o dinheiro precisará vir de outro lugar qualquer. Estou dizendo que: a empresa precisará de quase R$70 mil reais para poder funcionar acima do zero.

Fica a reflexão: será que isto realmente é necessário ou está passando despercebido e possivelmente causando situações desfavoráveis?

É possível diminuir o valor de operação ou até investir este valor em outras aplicações?

Com o sistema de gestão da Si14 você poderá acompanhar este e outros indicadores diretamente em seu Dashboard inicial, se você ainda não conhece como ter um bom dashboard veja o artigo onde explico como deve funcionar clicando aqui.

Abaixo demonstro como você poderá acompanhar facilmente este e outro indicador diretamente em seu Dashboard. Você também poderá conhecer  um pouco sobre o gerenciamento financeiro do sistema de gestão da Si14 clicando aqui.

Conheça sempre seus números.

Até o próximo artigo.

Assista o vídeo sobre a explicação do Déficit de Tesouraria

http://<iframe width=”560″ height=”315″ src=”https://www.youtube.com/embed/XwXIrmMVU9M” frameborder=”0″ allow=”accelerometer; autoplay; encrypted-media; gyroscope; picture-in-picture” allowfullscreen></iframe>

Se houver dúvida entre em contato conosco e ficaremos felizes em ajudar.

Até mais.

Você também poderá receber uma série de artigos referente a gestão da sua empresa, simplesmente cadastrando seu nome e e-mail abaixo

Não utilizaremos suas informações para qualquer tipo de SPAM.